Jogador Evangélico irrita militância LGBT por Versículo com significado Original do Arco-Íris

Leandro Castan, zagueiro do Vasco da Gama, está na mira da militância LGBT após usar suas redes sociais para publicar a passagem de Gênesis 9:1-17, em que Deus estabelece o arco-íris como símbolo de Seu compromisso em não mais destruir a Terra com água.

A polêmica ganhou impulso porque no último domingo, 27 de junho, dia em que o zagueiro Leandro Castan fez sua publicação, seu clube jogou com uma camisa alusiva ao Dia do Orgulho LGBT, que é 28 de junho.

Evangélico, Castan publicou a foto vestindo a camisa n° 1 do Vasco, preta com faixa transversal branca, em um momento de oração antes de uma partida. Na legenda, o zagueiro – que tem mais de cem partidas pelo clube, publicou o texto do primeiro livro da Bíblia Sagrada.

“Deus abençoou Noé e seus filhos, dizendo-lhes: Sejam férteis, multipliquem-se e encham a terra. Todos os animais da terra tremerão de medo diante de vocês […] porque à imagem de Deus foi o homem criado. Mas vocês sejam férteis e multipliquem-se; espalhem-se pela terra e proliferem nela”, diz um trecho do texto referido pelo jogador.

O zagueiro não se acanhou de publicar o trecho que denuncia a apropriação indevida que o movimento LGBT fez do arco-íris: “Quando eu trouxer nuvens sobre a terra e nelas aparecer o arco-íris, então me lembrarei da minha aliança com vocês e com os seres vivos de todas as espécies”, diz outro trecho do texto de Gênesis 9.

Reações

Usuários do Instagram, onde a foto foi publicada, reagiram em aprovação à iniciativa do jogador de se posicionar: Esse é o verdadeiro significado do arco-íris, capita”, escreveu um seguidor.

Outros 56 mil internautas (até o fechamento desta matéria) haviam curtido a publicação, com muitos comentários em tom de aprovação, apesar de algumas críticas por parte de seguidores que reprovaram a postura do atleta evangélico.

“Será que segue tudo a risca ou é só hipocrisia religiosa? Deve tá comendo a bola em campo mesmo”, criticou um dos torcedores do Vasco da Gama, insatisfeito com o desempenho na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

Vasco

O clube evitou se referir à publicação do capitão do time em uma nota enviada ao jornal Lance! sobre a iniciativa de aderir ao Dia do Orgulho LGBT: “O Vasco da Gama é um clube que se orgulha de ser um defensor histórico da diversidade, o que o torna, de fato, um clube de todos”, introduz o comunicado.

Fonte Gospel Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: